Pan 2011: Ginástica Rítmica – Dois dia de emoções sem igual….

Começamos os Jogos Panamericanos com dois pés direitos…. sem dúvida…..

 

Primeiro, depois de um ano conturbadíssimo, muitas competições, de pois de se recuperar de uma lesão, ser posta à prova, Angélica Kvieczynski se superou e conquistou pela primeira vez na história uma medalha numa competição AA em Pans… o que quer dizer que ela é uma das ginastas mais completas da América…

E para mim ela merecia muito mais… Nada contra qualquer das competidoras… só que a americana tem um estilo corporal que passa longe da Angélica, sem falar na quantia de erros que ela cometeu, especialmente na fita, e que passaram desapercebidos….e a mexicana também pode ser uma boa ginasta, mas ela foi lenta, com erros e imprecisões das mais variadas…

É claro que a Angélica errou na fita… mas nas séries de bola e maças ela foi muito mal pontuada… principalmente nas maças… ela executou os pivôs dela muito bem, fez todas as dificuldades, e ainda ficou atrás das duas americanas que tiveram erros.

Mas enfim, o Brasil começa a escrever seu nome para o futuro… em um esporte que já foi comandado por argentinas e cubanas, canadenses, e agora americanas, começa a ver uma nova escola surgindo… O Brasil….

Uma pena também foi a Natália, que também foi um pouco mal pontuada, principalmente na bola…e a série de fita se não fosse aquele erro no fim… ela tava linda… e para uma ginasta que teve uns últimos meses conturbados (individual-conjunto-individual) foi muito bem…

E que elas consigam melhorar cada vez mais….

E falando do conjunto, posso dizer que a noite de domingo foi uma das mais emocionantes que eu já passei nessa minha vida, e olha que eu já assisto o Brasil desde as Olimpíadas de Sydney, mas a emoção de ontem foi algo indescritível….

Um grupo que foi unido as pressas, principalmente por que a seleção na reta final da preparação teve quase seu grupo totalmente reformulado, com a Drielly e a Eliane entrando, e a Dayane  saindo da reserva….

A série de 5 bolas é algo que eu não me canso de ver, mesmo com os pequenos errinhos… pode-se sentir a emoção que as meninas passam para nós, mesmo assistindo através de algo sem vida, um computador… a emoção é algo que surgiu do fundo de cada uma delas… e pode-se ver no fim da série que elas estavam emocionadas…

Foi lindo ver a Camila confiante no trabalho dela, e foi muito legal ver a nossa chefe de delegação, a Anna, pular e vibrar durante a série… sinal de que todos estavam juntos pelo mesmo objetivo…

E sinto que inclusive os juízes também estavam com o Brasil…. não teve outra, melhor nota com 25,100…

E na série de arco e fita com certeza todo mundo tava esperando o melhor…. era a última seleção e tinha que fechar com chave de ouro…porém todos estavam com medo também em decorrência da má sorte que tivemos no mundial….

Quando eu vi que elas tinham passado do momento fatídico onde a fita tinha quebrado, parecia que tudo tinha passado…

Infelizmente não… do nada, como se fosse algo do destino querendo brincar com todos nós, alguns erros começaram acontecer… erros que o Brasil ainda não tinha presenciado… erros que deixaram todos nós com o coração na mão e até sem acreditar que eles tinham acontecido…

Porém o que pareceu foi que os erros afetaram só nós… por que as meninas viram a fita da Dayane cair, e continuaram a sorrir ainda mais, com o som dos pássaros ao fundo anunciando o samba que estava chegando, e junto com ele a alegria do povo brasileiro… de repente a fita da Luisa também se enrolou com a da Débora, e elas continuaram a levantar ainda mais o sorriso, e o público também, fazendo o erro passar por debaixo da alegria delas… e assim foram seguindo até o fim, quando a fita da Eliane acabou não chegando até ela, ficando do outro lado do tablado… fazendo ela correr para pegar… mas que correr que nada, ela parecia mais uma rainha da bateria correndo e sambando a frente dos ritmistas, e então fim…..

As meninas sabiam que haviam errado, mas não conseguiam tiram o sorriso… tinham dado tudo… foram com a raça que faltou à maioria dos outros conjuntos… elas entraram para dar tudo….

Esperando a nota, deu para ouvir a Anna falando que elas iriam tiram entre 23,200 a 23,400, o que seria suficiente… e logo depois todas numa corrente e a Drielly falando, adivinhando o que iria acontecer, e respondendo ao mesmo tempo a dúvida do locutor da TV ( Record) sem mesmo ter ouvido o que ele disse:” Sai, Sai”

A Bianca foi a primeira que viu, e engoliu as palavras ao pronunciar o 23,475, porque elas já sabiam que estavam com a medalha no peito….

FOI OURO!!!!!

Não existem mais palavras para explicar o que aconteceu depois… um grito logo abafado pelo choro de alegria e pelo sentimento de dever cumprido… Poderia não ser a série mais difícil, mas foi de longe a que mais levantou o público, a que mais emocionou a todos…

Parabéns as meninas que nos presentearam com esse show, que mesmo de longe do Brasil, através de uma tela, foi como se estivessem na minha frente…. apresentando suas séries só para mim… só para cada um de nós… Fazendo-nos acreditar que sonhos são possíveis… basta correr atrás de todos eles….

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s