Primeiro dia da Ginástica Rítmica nos Jogos Olímpicos – Londres 2012

Enfim, começou!!!! Nós fãs da GR que ficamos aí aguardando 4 longos anos pela volta da maior competição de sempre, tivemos uma manhã muito diferente da habitual. Ninguém esperava tanta tensão pra esse esporte, que mesmo com a possibilidade grande de erros, geralmente eles não costumam acontecer de uma forma tão generalizada. Mas vamos a análise de todas as ginastas!( por ordem de classificação)

Dmitrieva – Bom dia pra ela. Começou com a bola, um pouco insegura por ser o primeiro aparelho. Nada além do habitual sobre as dificuldades dela. Arco muito bom, bem na música, com pivots bem bonitos e ela terminou bem feliz.

Kanaeva – Um começo um tanto desastroso pra multi-campeã mundial. No arco ela teve várias imprecisões, queda do aparelho (fiquei com a impressão de ela ter tido um ataque “kapranovesco”). Bola, simplesmente genial. Mesmo com algumas falhas pra cravar as dificuldades, ela foi maravilhosa, destaque pro ultimo pivot da série. Linda.

Charkashyna –  pra mim uma das melhores no dia de hoje, com pouquíssimas imprecisões em ambas as séries. Nenhuma falha. Muito bem confiante ao entrar no tablado, principalmente por causa daquele movimento de ombros que ela faz antes de entrar, como se tivesse indo a morte…. Muito bem.

Son – Sim, quem esperava ver a coreana na final, está com sorte. Ela foi realmente bem nas duas séries, porém com notas muito por cima do que merece. Acredito que pelo menos meio ponto em cada série. Mas ela foi realmente muito bem, poucas falhas, excetuando uma pequena perda na bola.

Garayeva – Não é das minhas ginastas favoritas. Foi relativamente bem, e pela primeira vez em muitas competições, recebeu notas equivalentes ao que ela faz. Algumas imprecisões no arco. Na bola, as imprecisões de sempre.

Miteva – Duas séries impressionantes, cravadinhas. Quase perfeitas. Notas um tanto baixas. Um bom tanto. Pela primeira vez ela conseguiu acertar o arco quase completo, na bola expressando muito. Linda, linda.

Maksymenko – Um erro no arco, em uma série muito linda, com uma música muito forte. Ela ainda precisa de um pouco de confiança. Bola boa, fazendo a maioria das dificuldades muito bem, salvo os backscales que não são bem o forte dela. Melhor competição dela esse ano.

Mitrosz – o que comentar…Acertou as séries, só que fica claro que ela não tem nível suficiente pra ter essas notas que tem, mesmo que essas notas tenham sido menores que o habitual.

Ledoux – Muito bem. Acertou as duas séries. Talvez um pouco nervosa, já que é a sua primeira olimpíada… mas executou bem as séries, que particularmente eu gosto.

Staniouta – Não o melhor dia dela. Falhas nos dois aparelhos. O final da série de bola foi bastante ruim.

Rizatdinova – Uma falha pequena na bola, no primeiro rolamento. Pivots incríveis, muito bem executados, principalmente no arco. Porém as notas foram muito baixas. Principalmente na bola. Ela não teve nenhum erro grande, mas me parece que a arbitragem não consegue lidar com o fato de duas ucranianas poderem estar no top 10.

Deng – Simplesmente refrescante de assistir. Quando a competição começa a ficar chata, não que hoje tivemos esse azar, ela aparece e brilha. Na bola algumas falhas pequenas, mas o arco, que teve uma pequena queda, foi impressionante. Uma série muito bem executada, pivots incríveis, saltos incríveis, dificuldades muito boas e expressão incrível. Uma ginasta deliciosa de se assistir.

Alyabyeva – se ela fizesse uma competição sem erros, poderia tentar até o pódio. Mas hoje não foi o dia. Erros nas duas séries, principalmente com elementos corporais. As falhas habituais nos giros. A bola é uma série muito bonita, com sucesso da Whitney Houston….

Rivkin –  A impressão que eu tenho é de que a ginasta que vimos em Pequim, que errava muito pouco, já não existe mais. Outra ginasta com chances de pódio, ela foi infeliz na bola, em uma bobagem , passagem da bola de uma mão pra outra, um elemento muito simples, a bola escapou pra fora do tablado.

Rodriguez – A primeira ginasta sem chances grandes de ir a final, ela fez duas séries muito bonitas. Muito mesmo. Sempre muito expressiva, com séries fortes, principalmente o arco. Fez o papel dela, competindo sem maiores falhas e honrando a escola da Espanha.

Berezko-Marggrander – A ginasta mais nova a competir vem de uma lesão, voltando ao circuito internacional, foi bem. Não foi a mesma que nós vimos do pre-olímpico, mas mesmo assim foi bem. Gostei bastante da série de bola, ela que tem um grande futuro pela frente e com certeza vamos ver ela muito ainda pela frente…

Trikomiti – Não gosto nenhum pouco dessa ginasta. Além de girar com um relevé pior que o da Kondakova, ela ainda em limitações corporais muito grandes. Pelo menos as notas dela estão justas para o que ela vem fazendo. Mas ainda penso que no lugar dela deveria estar Piscupescu. E tenho dito!

Weber – pela primeira vez em muitas competições notas justas. Ela foi normal como sempre, alegre e divertida, tentando levantar o público.  Nada mais a declarar.

Trofimova – Pra mim o exemplo ginasta. Se lesionou ontem e mesmo assim veio competir. Improvisando na maior partes das duas séries, ela chorou e eu chorei também, porque ela provavelmente sente dores e mesmo assim não desiste da sua olimpíada, afinal provavelmente seja sua última. Força!!!

Jones – ginasta da casa, entrou de uma forma muito bonita na bola, como se desde o momento de colocar o pé no tapete já tivesse começado a série, o que me lembrou dos anos 90 e 80… Mesmo com um nível bem abaixo das grandes, ela competiu muito bem, muito mesmo.

Zetlin – Mais uma ginasta que não me agrada nenhum pouco. Fez uma competição muito ruim. Além de não ter um grande nível de ginástica ainda cometeu muitas falhas, acabando com as perspectivas de final, que cá pra nós nunca existiram…

Rostom – A egípcia veio pra representar bem o continente africano. Na série de bola não teve como não lembrar  a maravilhosa dita de Sesina, por causa da música. No mais, muito bem, com umas falhas bobas no arco, mas representando bem.

Murray – Ginasta da Austrália, representando a Oceania. Uma ginasta com um nível mais baixo também, mas uma ginasta com pivots bem bons, e pouco usuais também. Bem alegre na bola e com boas dificuldades de lançamentos.

 

Conjuntos

 

Rússia – Não gostei muito da série que apresentaram, elas estavam melhores no europeu. Muitas falhas de sincronismo, falhas na recuperação do aparelho, mesmo que seja uma série muito difícil, a mais difícil de longe. Com collants baseados no de uma ginasta junior russa, também não é o meu preferido. Mas sim, as meninas são as melhores de longe, tem todas as condições de ganhar o ouro com certa facilidade.

Itália – Com collants novos também, me parece que as cores quentes viraram moda. A mesma série de 2011, com algumas mudanças. Conseguiram uma execução bem boa, com algumas falhas, mas como sempre muito vibrantes e fortes. Quem sabe não foi uma série de 28, mas…

Bielorrússia – pra mim, se traduz como o melhor conjunto desse ano. Principalmente por elas serem o retrato mais fiel da palavra “conjunto”. Sem dúvida uma série muito bonita, completamente intrincada com a música. Todos os movimentos tem um segmento. Nada aparece por nada na série. Não existem momentos bons e outros mornos. Toda a série é perfeitamente feita pra ser interligada.

Bulgaria –  Pecaram na execução dos pivots, falta de sincronismo e uniformidade da série. Apesar de tudo é um bom conjunto, que trabalha bem na música, mas me parece que falta um pouco de vida pra essas ginastas. Desde 2004, a Bulgaria não consegue colocar um conjunto com chances de ouro.

Espanha – Com uma execução abaixo do esperado, elas ficaram coladinhas com a Bulgaria, por isso acredito que se elas forem o mais perfeitas que puderem, podem ultrapassar a Bulgaria. Collants novos, porém não sei se fizeram uma boa escolha de cores. Como sempre as espanholas são expressivas e fortes. Executam todos os elementos com muita força e vivacidade.

Ucrânia – as lágrimas de Irina Deriugina são o resultado de um trabalho duro que ela fez com o conjunto. Assim como a Bulgaria, são um conjunto não tão uniforme, o detalhe é que as ginastas da Ucrânia são muito boas corporalmente. Foi a primeira vez em muito tempo que o conjunto ucraniano executa uma rotina sem falhas.

Japão – Alegres, sem tanto nível também, mas muito divertidas, e se recuperando depois do enorme susto na Bulgaria, onde uma das ginastas teve uma fratura no fêmur durante a série. Foram bem, com algumas falhas, mas nada muito grave.

Israel – Uma série morna, com muitas falhas de joelhos e pés. Movimentos não muito bonitos, mesmo  a música sendo de boa escolha. Um conjunto por baixo do que era em 2010, onde tinham reais chances de pódio.

Grécia – Um bom conjunto, que trabalha no máximo das possibilidades. Um pouco baixa a nota de hoje, ainda mais pela execução que elas fizeram, que foi bem boa. Conjunto alegre, com colaborações boas e movimentos implantados pela ex-técnica do conjunto, que era búlgara.

Alemanha – o conjunto que mais caiu desde Montpellier. Esse ano não conseguiram se encontrar no conjunto, e logo agora elas perderam uma das ginastas do conjunto. As dificuldades caíram bastante, mesmo a série sendo bem coreografada e na música.

Grã-bretanha – Eu que tenho acompanhado elas desde o começo do ciclo, só tenho que parabenizar o trabalho. Em menos de um ano eles construíram uma equipe, uma escola, um jeito de se fazer ginástica. Muita divertidas. E provavelmente a melhor apresentação de todas que elas fizeram. Espero que elas continuem competindo.

Canadá – representante da América, tiveram erros na série. Uma série sem possibilidades de avançar a final.

 

Fim do primeiro dia. Tomara que nos próximos, tenha mais público e que gritem mais.  Apesar disso, a Arena é muito bonita e mais uma vez, cor-de-rosa. Amanhã tem mais!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s