Final Individual da Ginástica Rítmica – Londres 2012

Infelizmente eu não pude assistir a final, por isso mesmo as minhas impressões ficam para mais tarde, mas mesmo assim publico as impressões que capturei do “mundo da GR” nessa final.

Primeiro, parabéns a incrível Evgenia Kanaeva, pelo bi-campeonato de forma incrível. Uma ginasta sensacional que merece muito o lugar onde está. Trabalhou muito pesado e durante bastante tempo competindo em altíssimo nível. Merece sim todo esse carinho e a medalha.

Dmitrieva que conseguiu a vaga no último instante teve a competição da sua vida, acertando as maças finalmente. E conseguiu a medalha de prata. Muitos não gostam muito dela, e confesso que as colocações dos pés dela não me agradam muito, mas ela merece também estar onde está e me agrada muito que as notas dela não foram tão diferentes do resto das ginastas.

Charkashyna finalmente terceira!! Ela que acabou herdando de Zhukova o título de “Eterna número 4” fez um trabalho incrível e conseguiu a medalha. Por todos os lado onde se veem comentários sobre GR, todo mundo muito emocionado pela medalha dela, muito feliz e enfim querendo acreditar que, ás vezes, podemos ter justiça também. Era a ginasta pela qual eu sempre torci e mereceu muito a medalha.

Das outras, destaco a coreana, que fez boa competição, pela notas ao menos. As ucranianas também mesmo eu achando que algumas foram um tanto baixas. Sem comentários sobre a polonesa.

Alguns amigos e amigas que viram a final, e que me deram seus relatos, disseram que foi uma final com muitas falhas. O que na verdade era o esperado, porque a maior parte das ginastas levou lesão, cansaço, muito tempo de competição nas costas. Para muitos também, alguns resultados foram injustos, como a Garayeva fora do pódio( nesse caso eu tenho que discordar, finalmente fora do pódio!), a colocação da Rivkin, que ultimamente vem me decepcionando pela enorme quantia de falhas nas séries. Os pontos altos da final, pelo que a maioria me disse, ficaram por conta da bola da Rizatdinova, a melhor da vida dela, e a fita da Charkashyna, que fez os fãs chorarem emocionadamente. Um dos fatos curiosos foi o fato de uma menina da Espanha ter gritado, no momento em que a polonesa foi fazer a série de bola, a frase ” esa crucerito” que quer dizer ” essa cruzeirinho” ( menção às musicas dela, que segundo os comentários espanhóis, são músicas de cruzeiro, rsrsrs).

Assim que assistir a final, lhes conto mais detalhes!

Deixo o registro de que estou muito feliz pela minha preferida ter conseguido sua medalha!

Até a final de amanhã!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s