GINÁSTICA RÍTMICA – MANUAL DO PAN 2015 – PARTE 3

Então a gente chega aí na última parte do nosso manual do Pan, vendo que as competições já começaram. Não se afobem, no entanto. Eu pretendo fazer posts com horários e canais pra quem quer assistir, e se der uma vontade eu posso comentar alguma coisa sobre outros esportes – o que não é minha vontade de fazer, mas só pra já dizer algo sobre o Pan, o Brasil empatou com o Canadá no polo aquático feminino, o primeiro esporte a competir no Pan.

=D

Pronto, agora vamos pra GR, né?

Hoje eu vou falar sobre as ginastas individuais que vão competir no Pan. Eu consegui colocar as mãos na lista provisória de ginastas, sendo que ainda pode haver alguma mudança de última hora. No entanto, vocês já vão ter uma ideia do que vem por aí.

Como eu fiz no último post, eu não vou falar das brasileiras, afinal a gente já viu um pouco sobre elas anteriormente, mas sim, eu vou fazer comparativos e demonstrar se nós temos chances de ir ao pódio ou não.

Vamos começar?

A primeira ginasta que eu tenho que colocar na lista é a Laura Zeng. Ela surgiu já há alguns anos, tirando suspiros de muitas pessoas por ser fofinha, e ano passado foi muito bem nas Olimpíadas da Juventude. Esse ano ela já desponta como a melhor americana, sem falar em ser a favorita a vencer o Pan.

A próxima dessa lista é a Jazzy Kerber, também americana. Ela já vem desde 2013 se situando entre as melhores do mundo e vem com chances grandes de entrar no pódio também. Um pouco inferior nas notas em relação a Laura, mas numa competição tudo pode acontecer.

Outra ginasta que tem grandes chances de pódio é a canadense Patricia Bezzoubenko. Russa de sangue, treinada por russos, ela é uma das ginastas mais fortes da competição, mas para o azar dela, e nossa sorte, ela é uma ginasta bastante instável. Não duvido que ela possa ganhar o ouro no Pan, como também ficar abaixo do oitavo lugar se ela se bobear.

Das ginastas com chance real de ganhar medalhas, a gente tem essas três aí, sem falar da adição das brasileiras. Agora, correndo por fora a gente tem outras ginastas com chances, talvez não tão grandes como as meninas acima, mas elas podem conseguir sim.

A gente tem então a Rut Castillo, que vem competindo desde a época que a Angélica começou, lá atrás. Ela foi e voltou como ginasta do México, mas parece que depois da da saída da Valdez ela ficou como primeira ginasta. Tem tirado aí notas roçando os 16 pontos, o que sempre traz chance de medalhas.

Outra mexicana que tem um corporal bem interessante é a Karla Diaz. Ela poderia ir ainda mais pra frente com as nota dela, mas é uma ginasta que não consegue controlar o corpo bem bom que tem, o que é uma pena.

E a gente vai poder ver a única ginasta cubana do individual, que eu infelizmente não sei. No entanto, eu vou colocar o nome das duas inscritas e colocar vídeos das duas para vocês verem um pouco delas.

E agora vamos às ginastas que não terão muita chance de chegar ao pódio ou medalhas, mas que a gente nunca sabe, né?

Temos aí a segunda canadense, Carmen Whelan, que é uma ginasta com um corpo bastante interessante, mas que não consegue avançar muito nas notas. Mas numa competição no Canadá, nunca se sabe.

A Venezuela é outro dos países com duas ginastas, e ambas já foram ginastas que conjunto. Não acredito que possam apresentar muitas chances de medalhas nesses jogos.

Temos também a equatoriana, ginasta sem muitas chances, mas pelo menos carregando a bandeira da nação nos jogos.

Pela Colômbia temos Lina Dussan.

Valeska Gonzales também representou o Chile em 2011 no Pan.

E nós ainda temos as duas argentinas nessa lista, Karen Pereira e Micaela Herbón. Porém, como elas são completas desconhecidas a gente não tem vídeos delas, pelo menos não que eu tenha encontrado. As ginastas que iriam competir seriam a Camila Giorgi e a Milagros Carrasco, mas a primeira se aposentou há algumas semanas, e a Milagros não competiu este ano, tendo se aposentado ao fim do ano passado.

E acho que é isso? Caso vocês queiram saber de mais alguma coisa, só pedir.

=D

Anúncios

11 thoughts on “GINÁSTICA RÍTMICA – MANUAL DO PAN 2015 – PARTE 3

    • princeinred diz:

      Eu não posso te dizer com certeza, mas pelo que eu sei elas vão estrear um novo collant de fitas. Agora de arco e maças eu não sei. Esperamos que sim, e eu acredito que sim.

  1. Vinicius diz:

    Eu gosto bastante de ginastica artística e não vejo dificuldades de entender este esporte. Quando mudei para Vitória/ES pude assistir de perto a nossa seleção de conjuntos de GR, mais estou tendo bastante dificuldade de compreender este esporte, inclusive baixei o CoP 2013-2016 mais achei bem complexo de entender. Não consigo compreender como é calculada a nota de dificuldade (a cada apresentação a seleção tem uma nota de dificuldade diferente sendo que ela apresenta a mesma serie) e muito menos o calculo da nota de execução (no meeting achei que a execução do Brasil não ficou tão distante da execução das russas e espanholas mais a nota foi bastante diferente). Se possível gostaria de pedir que o blog publicasse um manual de como entender a ginastica rítmica, qual são seus elementos e seus valores e o que é esperado de uma ginasta.

    • princeinred diz:

      Muito obrigado por vir aqui e passear pelo nosso blog. Agora, eu vou ser bem sincero com você quanto ao cálculo de notas no esporte, não tem nada que ver com a GA e sim, é muito mais complicado entender como a nota sai. Agora que se tem apenas duas bancas seria mais simples pra entender como se chega até na nota, mas pra ser sincero, até eu que como os COPs tenho dificuldade de entender algumas coisas. Por exemplo, na minha opinião, tem ginastas que recebem mais notas do que deveriam, que tem suas dificuldades contadas quando na verdade elas não deveriam ser, assim como tem ginastas que sofrem com o contrário.
      Agora, fazer um manual pra explicar como funciona? Não sei se eu teria tempo pra isso. Afinal de contas as explicações estão todas no COP, só que pra você entender elas é preciso saber um pouco sobre balé, entender como o manejo do aparelho funciona, prestar atenção em cada aditivo da dificuldade e como eles afetam as notas, sem falar em quando essas dificuldades são contadas ou não.
      Ao contrário da GA, as meninas não partem exatamente de uma nota de partida para a série delas, ainda que os elemento estejam na ficha. E a dificuldade também depende da execução, se alguns elementos não são executados corretamente eles não contam, inclusive a relação corpo e manejo do aparelho. Existe uma infinidade enorme de variáveis que contam na hora da nota.
      Eu vou te dar alguns simples exemplos do que pode mudar uma nota de dificuldade no conjunto. Se for uma troca e uma ginasta perder o aparelho a troca não vale. Se numa colaboração ela correr mais de dois passos para buscar o aparelho ela não vale. Você não executa a forma correta da dificuldade você ganha desconto. Na montagem da série a adição de elementos de rotação na ponta do pé ou planta do pé ou corpo inteiro tem diferença na soma da dificuldade. A ausência dos grupos de manejo necessários em uma série de rotações pode ocasionar a perda da dificuldade. E tudo isso são só algumas das coisas que podem influir. Se eu fosse tirar o tempo para explicar tudo eu iria ter que reescrever o COP inteiro.
      Mas eu garanto que com o tempo você começa a pegar o jeito das coisas. Eu não consigo calcular notas de cabeça assim na hora que eu vejo as apresentações, mas dá pra fazer uma análise bem boa das séries mesmo assim.

      • Henzo diz:

        Eu tava vendo a lista das participantes do mudial de stuttgart e na lista so aparecia 2 ginastas individuais representantes do brasil e o conjunto

      • Flavio diz:

        No Youtube tem um canal que eles calculam as notas de dificuldade,e só vc procurar por exemplo Ganna dificult,eu tb não conseguir entender bem,agora já tenho uma leve noção,a ginástica artística e mais fácil mesmo

      • princeinred diz:

        Tem vários canais que já fazem isso, mas dá pra perceber como eles tem dúvidas também. Mas pra ter uma ideia de como funciona, mesmo que seja por cima, é uma alternativa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s