GINÁSTICA RÍTMICA – UMA NOVA FIGURA PRA GR BRASILEIRA

Olha, eu sei que ainda é meio cedo pra apontar ginastas com chance pro futuro, mas aqui vai as séries da Stephany Gonçalves, ginasta brazuca que se apresentou no Torneio Internacional que ocorria paralelamente ao GP de Moscou. Ainda que ela tenha tido seus erros na competição, ela ficou muito bem classificada, e com notas bastante interessantes. Ainda que a gente deva comentar que essas notas nem sempre refletem o que as competições mais séries significam.

Aqui vão os vídeos das quatro séries.

As notas dela foram:

Arco – 14, 983

Bola – 14,566

Maças – 16,650

Fita – 15,166

Vocês podem ver que todas as séries são bem montadas, bem coreografadas, com boas dificuldades corporais, bom manejo com o aparelho, interessantes maestrias, muitos bons detalhes pra uma ginasta nova como ela – claro, levando em conta a idade com que as ginastas do Brasil começam a despontar lá fora.

Sem falar que ela ainda tem muito o que crescer na interpretação da música, na confiança em quadra, mas já dá pra ver isso nela agora.

Acredito que se tivessem feito um trabalho mais pesado em cima dela nesse último ciclo, assim como na Andressa por exemplo, quem sabe elas poderiam já estar competindo muito mais fortes. A Andressa até deu uma caidinha ultimamente, mas a Stephany tem se mostrado bem forte e competente, e eu espero, sinceramente, que ela continue treinando forte também, porque ela me surpreendeu muito positivamente nessa competição.

Acho que é uma das ginastas do Brasil que poderiam aproveitar a troca de código pra se sair bem já no começo do próximo ciclo.

O que vocês acham?

=D

Anúncios

GINÁSTICA RÍTMICA – GRAND PRIX DE MOSCOU 2016

Bom, eu só queria começar esse post dizendo que eu gostaria de fazer vários posts sobre tudo e encher você de informações, mas eu tô agora com dois trabalhos e com um monte de coisas fora do trabalho, que eu não tenho encontrado tempo pra escrever aqui.

Ainda assim, espero que vocês não fiquem chateados, pois eu ainda vou aparecer por aqui, certo?

=D

Mas vamos à competição!

Esse fim de semana nós temos o primeiro GP do ano, que abre a séries dos GPs, em Moscou, como de costume, e já temos também as primeiras brasileiras competindo, tanto no GP quanto na competição paralela.

A melhor ginasta até agora é a Alexandra Soldatova, lindíssima com séries novas, e logo depois dela um monte de outras russas. Pra quem quer ver os resultados do AA, aqui vai:

E o resultado dos conjuntos ficou assim:

1. Bulgária 35,45
2.Rússia 34,95
3.Japão 34,55
4.Israel 33,75
5.Alemanha 33,00
6.Finlândia 32,60
7.Rússia-2 32,05
8.Grécia 31,75
9.Letônia 26,90

Pra quem quer ver vídeos, aqui vão os canais:

 

Bom, as brasileiras que foram, Andressa e Stephany, tiveram aí uma competição regular, nada além do anormal. Ainda acho que uma ginasta assim boa como a Andressa tá sendo desperdiçada nas revoluções entre conjunto e individual, sem falar que eu não sei o quando a técnica dela ainda pode tirar da Andressa, mas enfim, nada posso fazer.

Mudando de assunto, vendo os conjuntos que vão competir com o Brasil no ET, acho que temos chance de tentar passar alguns, viu, principalmente a Finlândia e a Grécia, que já devíamos ter passado no Mundial, mas outra coisa que eu também não posso fazer nada.

E vendo as russas competindo hoje, acho que existe uma chance de a Soldatova tentar pegar essa vaga para as Olimpíadas. Mas o ano mal começou, tem muita coisa a acontecer ainda.

Até mais!

P.S.: passando aqui pra adicionar links para os vídeos da Andressa.

 

GINÁSTICA RÍTMICA – NOVAS SÉRIES INTERNACIONAIS – PARTE I

Esse post de hoje vai falar um pouco das novas séries dos conjuntos mais importantes da GR nesse ano. A gente já teve a chance de ver as novas séries da Rússia, Bulgária, Bielorrússia e Israel, e logo logo vamos ver outras. Mas por agora, vamos falar das séries que já vimos?

São duas séries que derivam bastante das do ano passado, com a mudança de música apenas. Ainda acho que o misto é o que tem mais novidades, mas ainda assim, eu não vejo muitas. E claro, como é início de temporada, a gente vê as ginastas ainda bem verdes quanto às dificuldades.  Creio que devem avançar ao longo da temporada, mas de uma certa forma eu vejo elas mais fracas do que ano passado.

 

Outra equipe que manteve bastante movimentos do ano passado foi a Bulgária. E tem um fato interessante na série mista delas, é que elas usam o mesmo elemento da engrenagem que as russas usam, mas eu quero ver se os dois conjuntos vão continuar com isso. No mais, as mesmas dificuldades, mas em lugares diferentes. Acredito que são séries no mesmo nível das do ano passado, sem muitas novidades. Mas é só o começo do ano, então tem que aguardar pra ver, né?

Bom, aqui nós temos as russas, cheias de movimentos rápidos e músicas agitadas – tanto que vocês podem acompanhar as outras versões da série de fitas, pois são três musicas diferentes, mas a mesma coreografia, e só Deus sabe como isso funciona, haha. As duas séries tem bastante elementos do ano passado também, mas não podemos negar que não tem dificuldade nessas séries. Eu curti mais o misto delas, pois acho que tá mais adaptado à música. As fitas ainda tem um tempo pra elas engrenarem. Mas vamos ver.

As Ukras, mantem uma das séries do ano passado, e vem com uma fita nova com um pouco de samba. A série de fitas é bonita, mas de novo, vários elementos iguais, só trocados de lugar. Ainda assim, pra mim funciona melhor que a do ano passado. E o misto é o clássico da Madonna. Se elas competirem limpas, existe a possibilidade de elas se darem bem nas competições desse ano.

E eu deixei pro fim as minhas séries favoritas desse ano até agora. As bielos vieram esse ano sabendo que no ano passado as suas séries não foram muito aceitas pelo público, e elas também não tiveram muita sorte nas competições, por isso elas mudaram as duas composições de forma grandiosa, e vieram com duas séries à moda russa: agitadas, cheias de dificuldades e colaborações o tempo todo e nada de parar com os aparelhos. Pra mim elas conseguem competir no estilo russo melhor que as próprias russas, tem que só ver se isso vai funcionar pra elas ao longo prazo.

Mas vamos ver o que vem por aí ainda, o ano mal começou.

E vocês, gostarem mais de quem?

 

=D