GINÁSTICA RÍTMICA – NOVAS SÉRIES INTERNACIONAIS – PARTE I

Esse post de hoje vai falar um pouco das novas séries dos conjuntos mais importantes da GR nesse ano. A gente já teve a chance de ver as novas séries da Rússia, Bulgária, Bielorrússia e Israel, e logo logo vamos ver outras. Mas por agora, vamos falar das séries que já vimos?

São duas séries que derivam bastante das do ano passado, com a mudança de música apenas. Ainda acho que o misto é o que tem mais novidades, mas ainda assim, eu não vejo muitas. E claro, como é início de temporada, a gente vê as ginastas ainda bem verdes quanto às dificuldades.  Creio que devem avançar ao longo da temporada, mas de uma certa forma eu vejo elas mais fracas do que ano passado.

 

Outra equipe que manteve bastante movimentos do ano passado foi a Bulgária. E tem um fato interessante na série mista delas, é que elas usam o mesmo elemento da engrenagem que as russas usam, mas eu quero ver se os dois conjuntos vão continuar com isso. No mais, as mesmas dificuldades, mas em lugares diferentes. Acredito que são séries no mesmo nível das do ano passado, sem muitas novidades. Mas é só o começo do ano, então tem que aguardar pra ver, né?

Bom, aqui nós temos as russas, cheias de movimentos rápidos e músicas agitadas – tanto que vocês podem acompanhar as outras versões da série de fitas, pois são três musicas diferentes, mas a mesma coreografia, e só Deus sabe como isso funciona, haha. As duas séries tem bastante elementos do ano passado também, mas não podemos negar que não tem dificuldade nessas séries. Eu curti mais o misto delas, pois acho que tá mais adaptado à música. As fitas ainda tem um tempo pra elas engrenarem. Mas vamos ver.

As Ukras, mantem uma das séries do ano passado, e vem com uma fita nova com um pouco de samba. A série de fitas é bonita, mas de novo, vários elementos iguais, só trocados de lugar. Ainda assim, pra mim funciona melhor que a do ano passado. E o misto é o clássico da Madonna. Se elas competirem limpas, existe a possibilidade de elas se darem bem nas competições desse ano.

E eu deixei pro fim as minhas séries favoritas desse ano até agora. As bielos vieram esse ano sabendo que no ano passado as suas séries não foram muito aceitas pelo público, e elas também não tiveram muita sorte nas competições, por isso elas mudaram as duas composições de forma grandiosa, e vieram com duas séries à moda russa: agitadas, cheias de dificuldades e colaborações o tempo todo e nada de parar com os aparelhos. Pra mim elas conseguem competir no estilo russo melhor que as próprias russas, tem que só ver se isso vai funcionar pra elas ao longo prazo.

Mas vamos ver o que vem por aí ainda, o ano mal começou.

E vocês, gostarem mais de quem?

 

=D

Anúncios

12 thoughts on “GINÁSTICA RÍTMICA – NOVAS SÉRIES INTERNACIONAIS – PARTE I

  1. Alan diz:

    Gostei do time da Bielorrússia, as músicas e as coreografias conversam, é agradável e não cansa, o que não acontece no time russo ao meu ver, principalmente nas fitas, é muita coisa acontecendo, é necessários tantos elementos? Itália foi campeã com uma coreografia aparentemente mais limpa visualmente, marcada, prefiro assim.

  2. Fernando diz:

    Dá uma agonia ver essas equipes tudo já com as coreografias montadas só faltando alguns ajustes, enquanto nossa seleção ainda está montando um time.
    Espero que dê tudo certo.

    • Luiz Carmo diz:

      Né! E ainda fico sabendo que as melhores ginastas da nossa seleção meio que estão fora. É lamentável. Sinceramente não sei qual é essa estratégia. Mas ainda assim torcerei por elas. E para as Búlgaras é claro! rss ❤

    • princeinred diz:

      Como assim montando time, gente? O time tá montado já, não se preocupe. Ou melhor, ele vai ser decidido. Mas todos os conjuntos estão assim. A própria Camila disse que ela está com dois conjuntos diferentes, e deu pra ver isso nas últimas fotos em redes sociais, e existe a possibilidade de ela mandar os dois conjuntos diferentes para competições e depois decidir as meninas que vão ir. As séries estão prontas, são boas, agora é só treinar e colocar o nome lá fora.

      • princeinred diz:

        Cara, desde quando que as melhores tão fora? A Bia já tá treinando com as meninas – e eu acho que ela nunca saiu, pra falar a verdade. E o resto? Pois bem, as que foram embora não eram assim tão indispensáveis. E o que vai pesar na decisão do time final, que provavelmente vai ser definido lá pra Junho/Julho, vai ser as competições ao longo do ano, nos próximos 3-4 meses. Vamos acalmar, respirar fundo e esperar o trabalho dar resultados.

  3. bubblegothbitch diz:

    Gostei de todas, adorei esses outros países usando músicas brasileiras, a Ganna também usou na fita <3. Queria ver as series dos , que vão competir no evento teste,torço pela Alemanha e pella Finlândia.

  4. Allyson diz:

    Alguem já viu as apresentações da russia no Grand Prix de Moscow? Elas estão com uma certa inconstancia ou foi apenas uma impressão minha? Em particular a Blizia.

      • princeinred diz:

        Olha, inconstância é quase que um elogio, pois as duas séries estavam bem bagunçadas. E eu nem sei porque essa de trazer a Blizniuk de novo, porque o corporal dela tá bem abaixo do resto do grupo – se bem que entre ela e a Klescheva, não vai muita diferença.

        As notas dela no GP são completamente surreais, e nunca que elas iriam tirar aquilo com o que foi apresentado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s