GINÁSTICA RÍTMICA – COMO É A PRODUÇÃO DOS COLLANTS?

Eu recebi a sugestão de um amigo para falar sobre isso, e fui atrás de informações a respeito do trabalho de construção dos collants mais famosos que as ginastas usam. Com pedrarias, rendas e plumas, esse trabalho todo rende lindos designs que são apresentados no tablado. Os mais em conta podem custar de cinquenta a quinhentos dólares, quando comprados dos revendedores oficiais ou marcas famosas – sem falar daqueles que podem ser feitos em casa. Contudo, os collants das ginastas de grande renome podem custar mais de dez vezes esse valor.

Aqui você encontra alguns vídeos que falam do processo de produção desses collants, e infelizmente nenhum é em português, mas é possível ver o trabalho desses estilistas e costureiras.

Este é o vídeo da produção do collant que será usado pela Alexandra Agiurgiuculese em Pesaro:

Este aqui vem direto da Rússia, mostrando o modo como eles são produzidos por lá:

E aqui nós temos o trabalho desenvolvido para criar o collant usado por Evgenia Kanaeva em Londres 2012, na série de fita. Detalhe: este collant possui mais de sete mil cristais Svarowski.

Mas e quem não tem dinheiro pra comprar um collant desses? Eu achei aqui um artigo bem interessante do Mundo da Ginasta que fala sobre como fazer seu próprio collant. Dá uma olhadinha AQUI.

=D

Anúncios

GINÁSTICA RÍTMICA – FINAL DA COPA DO MUNDO EM KAZAN – 2017

O Brasil encerrou sua participação em Kazan fazendo a final de 5 Arcos. As meninas estava um pouco mais apagadas hoje em relação a classificatória, e tiveram mais erros, mas ainda assim fizeram uma apresentação completa.

Existem coisas a se corrigir para o mundial, e as próximas competições, mas teremos aí um períodos de treinos na Bulgária, e chegamos ao mundial ainda em período de preparação – como eu disse antes, o conjunto vai estar mais fechado daqui um mês para mais, pois nós realmente temos pouco tempo de treino ainda, então há que se ter paciência.

A nota das meninas hoje foi 15.250 – com a mesma nota de dificuldade da classificatória, e menos execução.

E agora é se preparar para as próximas competições.

GINÁSTICA RÍTMICA – SEGUNDO DIA DA COPA DO MUNDO DE KAZAN – 2017

Nesse segundo dia de competição, com a finalização da competição individual e de conjuntos, antes das finais de amanhã, nós tivemos superação, realidade e um tiquinho de decepção. Vamos ver!

No Individual as nossas ginastas competiram com Maças e Fita. Karine, que ontem teve uma competição mais regular, hoje não esteve tão fina, parecia mais introspectiva e um pouco desconcentrada. Nas duas séries teve falhas, e não teve um dia tão bom, por isso acabou caindo na classificação. Com notas de 11.600 e 10.100, elas ficou com um total de 47.100, terminando na 43ª posição.

Já a Natália competiu muito melhor do que ontem, talvez porque estivesse se poupando e hoje já arriscou um pouco mais. A execução das séries ficou mais limpa, e as dificuldades corporais também. Nas maças ela até não subiu muito sua nota em relação a ontem, mas na fita sim, ficando em décimo lugar no aparelho – que hoje teve muitas meninas falhando, sim, mas não tira o mérito da Natália.

No geral ela melhor sua classificação em relação a ontem, subindo para a 30ª colocação.

A competição individual terminou assim:

Já no conjunto, o Brasil estreou sua segundo série, que foi a menos apresentada para o público nos treinos fora do ginásio. As meninas tiveram várias falhas na execução da série, e terminaram com uma nota mais baixa em relação a de ontem, 13.550. Para a apresentação foi uma nota razoável, e agora com o mundial na frente, elas tem tempo para resolver o máximo dos problemas possível.

Com essa nota as meninas caíram para a décima colocação, e as americanas e francesas nos passaram, mas considerando que ambos países competiram melhor que nós, já era de se esperar.

Para amanhã, o Brasil vai sem grandes compromissos para a final, com o objetivo de fazer o seu melhor, e ganhar mais experiência até o mundial e as competições que vem por aí.

Tanto para o conjunto como o individual, não creio que o mundial de Pesaro seja a competição mais importante da temporada – o Campeonato Pan-Americano é o lugar onde nós poderemos conseguir mais medalhas importantes. Ainda assim, as meninas vão para a Bulgária onde ficarão treinando até o mundial no final do mês.

A final do conjunto de 5 Arcos é amanhã a partir das sete horas da manhã, no mesmo canal que tem transmitido a competição.

GINÁSTICA RÍTMICA – PRIMEIRO DIA DA COPA DO MUNDO DE KAZAN – 2017

Hoje aconteceu a primeira jornada da competição na Rússia, com a classificação individual com Arco e Bola, mais a prova classificatória do conjunto de 5 Arcos. Esse primeiro dia foi marcado por altos e baixos para as nossas atletas, erros e superação.

Nas provas individuais as duas representantes brasileiras, que também serão as atletas do mundial, competiram bem cedinho de manhã. Natália Gáudio e Karine Walter fizeram as suas provas de Arco e Bola no primeiro grupo.

Karine, estreando na categoria adulta, conseguiu uma boa prova de Bola, sem falhas graves, mas com pequenos problemas com as dificuldades corporais, que estão a tempo de serem corrigidos até o mundial. Ela ficou com a nota 13.600.

Logo em seguida ela competiu com o Arco, onde teve uma falha grande com perda do aparelho, mas ainda assim realizou uma série mais forte corporalmente que a anterior. Karine ficou com a nota 11.800.

Para a sua primeira participação, especialmente no primeiro dia, Karine me pareceu bem calma e concentrada nas suas provas, e talvez por isso ela pareceu também um pouco fora da interpretação de suas séries. Ainda assim, uma boa estreia, e tem um bom caminho pela frente para ser trilhado.

Natália por sua vez teve uma competição um pouco mais complicada. Voltando de uma grave lesão, que a deixou parada sem treinar por um tempo, ela estava bem limitada corporalmente, e ainda cometeu alguns erros nas séries, que deixaram suas notas um pouco mais baixas.

Na Bola ela teve uma série com duas quedas do aparelho, uma delas bem grande no final, o que é uma pena pois a série dela é muito bonita e coordenada com a música. Sua nota foi 11.400.

No Arco ela já foi melhor, sem grandes falhas como quedas, ainda assim Natália perdeu algumas das dificuldades corporais e do aparelho. A série também é forte, com as dificuldades com o Arco bem difíceis. Hoje sua nota foi 12.400.

E depois de uma competição mais discreta das meninas do Individual, o nosso Conjunto entrou em cena em Kazan. As meninas estão há 3 meses apenas treinando juntas, por isso a expectativa era grande, mas tinha que ser comedida mesmo assim. Contudo, elas competiram muito bem na prova de 5 Arcos, e garantiram a oitava posição da classificatória, e um lugar na final de domingo.

Nossa nota foi 15.750, com uma dificuldade de 8.500, uma das maiores notas que nós tiramos desde que a Camila entrou para comandar a seleção, e se não estou enganado apenas abaixo do misto do Rio. Elas ainda tem um longo caminho pela frente, especialmente porque nem sempre as coisas vão sair assim bem, mas o primeiro passo foi dado, e muito bem dado.

Amanhã teremos as provas de Maças e Fita, e mais o conjunto misto, com nossas atletas competindo outra vez.

=D

GINÁSTICA RÍTMICA – COPA DO MUNDO DE KAZAN 2017 – COMO ACOMPANHAR!

Neste final de semana se celebra a última etapa das World Challenge Cup, em Kazan, a última competição grande antes do mundial da Itália. Nesta prova nós teremos a oportunidade de ver todas as ginastas mais fortes do individual brigando pelas medalhas, sem falar dos conjuntos, inclusive o brasileiro, que muitos esperam.

A competição começa na sexta-feira e se estende até o domingo. Aqui você acompanha todos os links para assistir a competição, bem como a lista de partida e demais informações.

(para acessar os links da live, só clicar no dia)

SEXTA-FEIRA 

ARCO E BOLA

GRUPO A – 4:00 h (horário de Brasília)

1 GRISKENAS Evita USA
2 KABRITS Laurabell EST
3 FILIORIANU Ana Luiza ROU
4 HALFORD Laura GBR
5 TASEVA Katrin BUL
6 ZENG Laura USA
7 MOHLAMME Palesa RSA
 8 WALTER Karine BRA 
9 PARK Eunseo KOR
10 GERGALO Rebecca FIN
11 ASHRAM Linoy ISR
12 KITA Sumire JPN
13 WAKEFIELD Erin RSA
14 BOZIC Laura CRO
15 PODGORSEK Aleksandra SLO
16 GVOZDIC Nastasija SRB
17 BEREZINA Polina ESP
18 UCHIDA Katherine CAN
19 SALES Laura POR
20 DIAZ Karla MEX
21 BOGDANOVA Olga EST
 22 GAUDIO Natalia BRA 
23 AGIURGIUCULESE Alexandra ITA
24 BERTOLINI Veronica ITA
25 VERDES Andreea ROU
26 RUPRECHT Nicol AUT
27 MINAGAWA Kaho JPN

GRUPO B – 6:30 h (horário de Brasília)

1 AGHAMIROVA Zohra AZE
2 VALIEVA Elina GEO
3 DOMINGUES Tania POR
4 ADILKHANOVA Alina KAZ
5 RIBARIC Petra CRO
6 WHELAN Carmen CAN
7 KOZIOL Natalia POL
8 HALKINA Katsiaryna BLR
9 VLADINOVA Neviana BUL
10 FRIZELLE Gemma GBR
11 WILKIE Tara AUS
12 AVERINA Arina RUS
13 ONDAADJE Anna-Marie SRI
14 TIKKANEN Jouki FIN
15 MOUSTAFAEVA Kseniya FRA
16 AGAGULIAN Iasmina ARM
17 ASHIRBAYEVA Sabina KAZ
18 JERMAN BUKAVEC Aja SLO
19 AZHAVA Salome GEO
20 SADEK Alissa LBN
21 POTEMKINA Anastasia AUT
22 GALLEGOS Cindy MEX
23 AVERINA Dina RUS
24 VORONKOV Nicol ISR
25 HARNASKO Alina BLR
26 KIM Chaewoon KOR

5 ARCOS – 10:30 h

1 FIN
2 BLR
3 ITA
4 BUL
 5 BRASIL
6 CAN
7 KAZ
8 AZE
9 RUS
10 JPN
11 FRA
12 SUI
13 ESP
14 LAT
15 EST
16 USA

SÁBADO

MAÇAS E FITA

GRUPO A – 4:00 h (horário de Brasília)

1 BOZIC Laura CRO
2 PODGORSEK Aleksandra SLO
3 GVOZDIC Nastasija SRB
4 BEREZINA Polina ESP
5 UCHIDA Katherine CAN
6 SALES Laura POR
7 DIAZ Karla MEX
8 BOGDANOVA Olga EST
 9 GAUDIO Natalia BRA 
10 AGIURGIUCULESE Alexandra ITA
11 BERTOLINI Veronica ITA
12 VERDES Andreea ROU
13 RUPRECHT Nicol AUT
14 MINAGAWA Kaho JPN
15 GRISKENAS Evita USA
16 KABRITS Laurabell EST
17 FILIORIANU Ana Luiza ROU
18 HALFORD Laura GBR
19 TASEVA Katrin BUL
20 ZENG Laura USA
21 MOHLAMME Palesa RSA
 22 WALTER Karine BRA 
23 PARK Eunseo KOR
24 GERGALO Rebecca FIN
25 ASHRAM Linoy ISR
26 KITA Sumire JPN
27 WAKEFIELD Erin RSA

GRUPO B – 6:30 h (horário de Brasília)

1 TIKKANEN Jouki FIN
2 MOUSTAFAEVA Kseniya FRA
3 AGAGULIAN Iasmina ARM
4 ASHIRBAYEVA Sabina KAZ
5 JERMAN BUKAVEC Aja SLO
6 PAZHAVA Salome GEO
7 SADEK Alissa LBN
8 POTEMKINA Anastasia AUT
9 GALLEGOS Cindy MEX
10 AVERINA Dina RUS
11 VORONKOV Nicol ISR
12 HARNASKO Alina BLR
13 KIM Chaewoon KOR
14 AGHAMIROVA Zohra AZE
15 VALIEVA Elina GEO
16 DOMINGUES Tania POR
17 ADILKHANOVA Alina KAZ
18 RIBARIC Petra CRO
19 WHELAN Carmen CAN
20 KOZIOL Natalia POL
21 HALKINA Katsiaryna BLR
22 VLADINOVA Neviana BUL
23 FRIZELLE Gemma GBR
24 WILKIE Tara AUS
25 AVERINA Arina RUS
26 ONDAADJE Anna-Marie SRI

3 BOLAS e 2 CORDAS – 10:00 h (horário de Brasília)

1 BLR
2 JPN
3 LAT
4 ESP
5 USA
6 CAN
 7 BRASIL
8 KAZ
9 EST
10 AZE
11 BUL
12 RUS
13 SUI
14 FRA
15 ITA
16 FIN

DOMINGO

FINAIS – 6:00 h (horário de Brasília)

Aí estão todas as listas de partida, links para assistir e horários. A competição acontece bem cedo de manhã, mas pelo menos os conjuntos são num horário melhor para assistir. Eu vou tentar acordar cedo para acompanhar as brasileiras do individual, e certamente vou assistir o conjunto.

Então, o que nós podemos esperar dessa competição?

As duas meninas do individual que vão para Kazan são as que irão nos representar no mundial, Natália Gáudio e Karine Walter. Poderemos ver como as séries das nossas meninas vão ser avaliadas em relação aos outros países, e como elas estão competindo. Para a Natália essa competição significa a volta depois de uma longa recuperação de uma lesão que ela sofreu em Sofia, e para a Karine a estreia em uma competição desse porte na categoria adulta.

Vamos torcer para as meninas conseguirem fazer o melhor delas, e mostrar as séries como estão treinando!

E o conjunto que foi para Kazan é o que se reformulou esse ano, e passou por adições de última hora também. Três meninas do Rio continuam competindo, Jéssica, Francielly e Gabrielle, contando com outras três que entram para a seleção esse ano, Alanis, Marine e Heloísa – que saiu do individual há pouco para ganhar mais experiência no conjunto.

Eu tive a oportunidade de assistir as séries delas há menos de duas semanas, e posso dizer que elas estão treinando bem forte para o mundial. As nossas expectativas precisam ser comedidas, no sentido de que as séries não estão saindo com perfeição ainda, mas as duas estão lindas. O conjunto simples já passou por mudanças depois do primeiro vídeo que nós pudemos ver – incluindo a volta de um elemento muito pedido, o barco de fogo – e o misto é a série mais linda que eu já vi o Brasil fazer, lindíssima e dificílima.

Junto com amigos e árbitros nós estivemos avaliando as séries, porque a espera até a competição parecia nunca terminar, e elas tem dificuldade suficiente para estar entre os melhores do mundo, por isso poderemos esperar coisas boas se as meninas conseguirem acertar as séries.

No mais, a competição é um aquecimento para o mundial, pois todas elas vão passar por uma aclimatação na Bulgária onde os últimos detalhes serão acertados.

E vocês estão ansiosos?

=D

GINÁSTICA RÍTMICA – CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL E POR IDADES – 2017

Neste final de semana aconteceu em Guayaquil, Equador, a maior competição da América do Sul para as ginastas que não chegaram a categoria Adulta, e todas se encontraram para competir no individual e conjunto. Sete países estavam participando – Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Brasil. Nosso time trouxe para casa o maior número de medalhas, e aqui você confere os nossos resultados.

Categoria AC2 – 9-10 anos

Isadora Carnielli de Oliveira – Ouro na Bola e por equipes, Prata nas Mãos Livres, Arco e AA

Maria Lua Alves Soares – Ouro no Arco e por equipes.

Ana Júlia Oldoni – Ouro por equipes.

Resultados completos AQUI.

O conjunto do Brasil ficou com 3 pratas – AA, 5 Mãos Livres e 5 Bolas.

Resultados completos AQUI.

Categoria AC3 – 11-12 anos

Mariana Vitória Pinto – Ouro no AA, Arco e por equipes, Prata nas Maças, Bronze nas Mãos Livres.

Gabriela Coradine Castilho – Ouro por equipes e Mãos Livres, Bronze no Arco e AA.

Viviane Oda – Ouro por equipes e nas Maças.

Resultados completos AQUI.

O conjunto do Brasil ficou com 3 ouros – AA, 5 Arcos e 5 Cordas.

Resultados completos AQUI.

Categoria AC4 – 13-14 anos

Maria Clara de Souza – Ouro no AA, bola e por equipes, Prata na Fita.

Amanda Santos – Ouro por equipe, Prata no AA, Bronze na Bola.

Ana Carolina Sandrini Souza – Ouro por equipes, Corda e na Fita.

Resultados completos AQUI.

O conjunto do Brasil ficou com 3 ouros – AA, 5 Arcos e 5 Bolas.

Resultados completos AQUI.

Categoria Júnior

Eduarda Braga de Carvalho – Ouro no AA, Bola e Maças, Prata na Fita e por equipes.

Samara Arcalá Sibin – Prata por equipes.

Geane da Costa Silva – Prata por equipes.

Resultados completos AQUI.

O conjunto do Brasil ficou com 3 ouros – AA, 5 Cordas e 5 Pares de Maças.

O album oficial de fotos pode ser conferido AQUI.

E quem quiser assistir a competição completa, os vídeos estão armazenados AQUI.

=D

GINÁSTICA RÍTMICA – SÉRIE DE 5 ARCOS DO BRASIL – 2017

Até agora nós ficamos no escuro em relação às novas composições do conjunto brasileiro, mas nas últimas semanas as meninas fizeram treinos-controle e apresentações em alguns lugares, o que acabou proporcionando a gravação de uns vídeos. Contudo, a série não foi gravada por completo em nenhum lugar, e foi necessário fazer uma montagem para podermos apreciar melhor a rotina.

Como já havia sido divulgado, a série de arcos do Brasil usa a música “Gimme, Gimme, Gimme” da banda espanhola Mägo de Oz. É uma série bem agitada, com passos de dança divertidos e feitos para levantar o público. Logo abaixo você curte o vídeo.

A série foi construída com elementos que somam mais do que 10 pontos, que é algo que se pode fazer agora. Creio que, para o momento da seleção agora, reformulação, entrada de ginastas há poucos dias – a Heloísa Bornal sendo uma delas, convocada agora em Julho – ainda temos muito o que crescer.

A rotina não tem elementos como o barco de fogo, ou os malabares, que chamam a atenção do público para uma reação de ovação maior, mas ainda assim é uma série com um grande número de colaborações, e com exceção da coregrafia entre os duas séries de passos de dança, é bem dinâmica.

Aquela seção logo no começo precisa ser ajustada para parecer menos estática, mas obviamente, quando as meninas conseguirem executar a série sem erros ela vai parecer muito mais dinâmica também.

Acredito que a escolha das dificuldades foi bem feita, e está ao alcance das meninas, e teremos que esperar para ver essa série completa e sem erros antes de poder ter uma opinião bem formada sobre ela – mas eu já adianto que me agradou bastante, e eu já vi várias vezes.

E o que vocês acharam?

=D